top of page

Série de reportagens aborda retorno de doenças que estavam erradicadas no Brasil



A estudante de jornalismo da Uninter Camila Sehn, produziu uma série de reportagens intitulada “Doenças não erradicadas”. A produção conta com 5 reportagens que abordam doenças que estiveram bastante presentes na vida dos brasileiros, mas que foram supostamente controladas. O risco para o retorno destas doenças decorre dos índices cada vez mais baixos de vacinação.


Sehn ouviu pessoas comuns que encararam diferentes doenças e que falaram das sequelas que ficaram. Também foram ouvidos profissionais e especialistas como pediatras, infectologistas, fiscais e coordenadores de saúde, entre outros.


As cinco doenças trazidas para a série são leishmaniose, sarampo, poliomielite, rubéola, e por último, a difteria.


A produção faz parte do projeto de extensão Uninter informa do Centro Universitário Internacional Uninter e foi orientada pelo professor Guilherme Carvalho.


Confira a série:





38 visualizações

Comments


bottom of page