• amandazanlucasilva

Professor defende engajamento das marcas no mercado atual


O projeto Vem Saber, criado pela pró-reitoria de pós-graduação, pesquisa e extensão da Uninter está promovendo debates sobre comunicação, gestão e consumo. Com mediação do coordenador dos cursos de pós-graduação em Comunicação, Clóvis Teixeira, a primeira palestra contou com a participação do prof. Maurício Faria.


Segundo Teixeira "a ideia desse projeto é discutir todo mês temas relevantes da área de comunicação, unindo a experiência prática com pesquisas também da área de comunicação". E para iniciar o ciclo de palestras, o tema escolhido foi Consumo, Conteúdo e Publicidade em (co)produção.


"Nesta edição a ideia é entender como as mídias sociais podem ser espaços valiosos para a construção de vínculos com o consumidor, por meio de comunidades de marca. O professor Maurício Faria atua com grandes contas no segmento de moda esportiva e também está dedicado à pesquisa em comunicação e consumo no seu doutorado", comenta Teixeira.


Faria iniciou a palestra esclarecendo sobre a coprodução e destacando a máxima de que não se faz comunicação sozinho. "O que eu vim falar para vocês é sobre uma publicidade coprodutiva. Eu vim falar para vocês sobre um consumidor que é muito ativo na construção das histórias da marca. E porque que existe essa demanda tão grande? Porque que a marca olha com muito mais carinho para o consumidor? Porque a gente tem pesquisas como essa (mostrada durante a palestra), porque a gente tem demandas como essa. Sem sombra de dúvida, hoje o papel das marcas numa perspectiva mais ativista, de se posicionar em assuntos mais sensíveis, enfim, pautas sociais, isso cresceu muito. As pessoas esperam isso das marcas", comentou.


Outro tópico que Faria apontou durante a palestra é o tamanho do poder do consumidor coprodutor. "A gente sabe que o consumidor consegue determinar significado seja para as marcas, seja para os programas. Eu tenho certeza que vocês estão acompanhando muito os desdobramentos de Big Brother, por exemplo, na rede, no Twitter principalmente, que talvez seja a rede mais frenética durante a transmissão do programa. E a gente sabe também que ele tem um poder de conduzir o destino de uma marca ou o destino de uma celebridade, se a gente enxergar essa celebridade como marca também. E a gente não pode negar esse poder, a gente tem que trazer ele de alguma forma complementar para a marca", explicou ele.


Matrículas


Lembrando que estão abertas as inscrições para os cursos de especialização em Comunicação. Para conhecer os cursos disponíveis acesse o site da Uninter aqui. Na área da Comunicação há quatro cursos disponíveis com previsão de abertura de mais dois até o final do ano.