Cinema nacional se destaca com filmes de terror


Imagem: Cena de filme do Rodrigo Aragão

Em uma roda de conversa sobre filme de terror com especialistas e neófitos do cinema, sempre será unânime a referência ao nome do cineasta Zé do Caixão como principal autoridade brasileira do gênero. Mas saibam que o "Trash" nacional não se restringe a ele. O cineasta Rodrigo Aragão também tem ganhado status no meio com vários curtas e longa metragens de sucesso. Inspirado por seu pai, Aragão começou a se envolver com o cinema em 1994. Seu primeiro longa-metragem foi lançado em 2008. Tornou-se referência no mercado do terror logo após lançar “A Noite do Chupacabras” (2011), “Mar Negro” (2013), “As Fábulas Negras” (2015) e o mais recente “A Mata Negra“. Confira um pouco mais sobre a carreira do cineasta e sobre suas produções na matéria do aluno Wellington Araújo na Revista Entreverbos.

8 visualizações