Soprano destaca obras de compositoras em mostra musical

O som lírico das obras de inúmeras compositoras ganhou corpo na voz da soprano operística brasileira Gabriella Di Laccio, em um dos espetáculos do Festival de Curitiba nesta quarta-feira (28). Ao som do piano de Cristina Capparelli e da pianista e compositora Catarina Domenici, a plateia se encantou com o repertório que cobre mais de cinco séculos de contribuição feminina para a música erudita ocidental.





O palco do espetáculo foi a Capela Santa Maria, construção adaptada para receber cameratas e encenações musicais. Durante a exibição, Gabriella interagia com a plateia, sempre apresentando um resumo da vida das compositoras, contextualizando cada música.





Uma das compositoras homenageadas na exibição foi a pianista alemã Fanny Mendelssohn, que durante sua vida, entre 1804 e 1847, escreveu cerca de 460 canções. Impedida de assinar suas obras, cada canção recebeu como “ autoria” o nome do seu irmão, Félix Mendelssohn.



Ana Mara, ao lado da soprano Gabriella Di Laccio


Para Ana Mara, o recital é uma importante obra que ultrapassa a cena cultural, fortalecendo a figura feminina. "Achei maravilhoso. É fruto de um trabalho valoroso. Além disso, a soprano excepcional e as pianistas foram espetaculares. Sem palavras para expressar".


Gabriella se apresentou trazendo na bagagem a homenagem de ter sido uma das cem mulheres mais inspiradoras, segundo a BBC britânica. O título foi concedido em novembro passado em resposta ao trabalho da jovem junto à curadoria do projeto Donne, que visa dar publicidade a músicas de autoras de músicas clássicas.

10 visualizações

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade