top of page

Programa Apura Verdade entrevista Magali Cunha



Está disponível desde o dia 15 de outubro o quarto episódio do programa APura Verdade, que teve como entrevistada a jornalista Magali Cunha, coordenadora do Grupo de Pesquisa Comunicação e Religião da INTERCOM, pesquisadora do Instituto de Estudos da Religião (ISER), editora-Geral do Coletivo Bereia - Informação e Checagem de Notícias e articulista da revista CartaCapital.


No programa, Magali falou sobre sua carreira, a desinformação como estratégia de poder, regulamentação da imprensa, além de reflexões sobre novas práticas de Jornalismo e formas de combater a desinformação. "Não adianta só publicar uma matéria dizendo que uma coisa é falsa ou enganosa e apresentar uma contextualização. Não adianta. A gente tem que fazer educação para a informação''.


Sobre a regulamentação da imprensa que vem sendo discutida recentemente, a jornalista defende a democratização da imprensa, mas presando a cautela para o que vem sendo levantado nesta questão. "O que mais importa é uma legislação que garanta o direito a informação. O direito a informação é um direito humano. Então quando as pessoas recebem desinformação, é um direito a informação que está sendo negado, a pessoa não está recebendo informação digna. Então a gente precisa defender, mas acompanhar com muito cuidado o que tem sido defendido no congresso''.


Pensando em novas práticas, a doutora vê dois pontos necessários para a formação de jornalistas. Para ela, a educação digital é de extrema importância para saber o interesse atrás das mídias sociais. "Em primeiro lugar a gente precisa muito de formação para compreender como as mídias operam. Não adianta só produzir para mídias, não adianta só pesquisar nas mídias, mas a gente precisa saber como elas operam.''


Além de defender que a internet não deve ser a única fonte. A apuração e checagem deve estar em primeiro lugar antes de buscar conteúdos em outros portais para compartilhar. ''A gente precisa ir fundo na apuração, a gente precisa insistir nisso. Como se faz apuração, como se vai a fonte, que fontes são essas que a gente a nossa disposição''.


O projeto


O programa Apura Verdade é um projeto do grupo pesquisa 'Novas Práticas em Jornalismo: Inovações no Ensino para o Combate à Desinformação'. Orientado pelas professoras Karine Vieira e Monica Fort, ele traz entrevistas com jornalistas e pesquisadores que trabalham no enfrentamento da desinformação. A finalidade é falar sobre as práticas desenvolvidas nesse processo e entender o contexto do atual trabalho jornalístico. As edições anteriores estão disponível no YouTube, Spotify e você também pode acompanhar pelas redes sociais, no Facebook, Instagram e Twitter.



Crédito da foto: print da transmissão

Comments


bottom of page