top of page

Aldeias indígenas encontram oportunidades e desafios tecnológicos

Foto: Carla Angélica


A reportagem de Ávila Ziviani, produzida para o Uninter Informa, conta como o acesso à tecnologia em aldeias indígenas no Brasil ainda é bastante restrito. Muitas carecem de energia elétrica e internet para ligar eletrodomésticos e garantir acesso à informação.


O Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) realizou dois estudos sobre o projeto "Xingu Solar" do Instituto Socioambiental (ISA). Até agora, foram instalados 70 sistemas fotovoltaicos com uma potência total combinada de 33.260 kWp em 65 aldeias do Território Indígena do Xingu. A pesquisa do IEMA aponta que a combinação de tecnologias poderia economizar mais de R$ 360 mil por ano em subsídios.


O mestre em direitos indígenas e quilombolas pela comissão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, Flávio de Leão Bastos, defende comunidades indígenas e os benefícios de painéis fotovoltaicos.


Vanessa Carvalho, da tribo pataxó Coroa Vermelha, conta como sua aldeia utiliza os meios tecnológicos: "Nós já estamos usando celular e algumas comunidades têm acesso à internet. Usamos essa tecnologia no sentido de mostrar o olhar do indígena, mostrar a realidade".



24 visualizações

Comments


bottom of page