Um festival para além das fronteiras de Curitiba

O Festival de Curitiba resolveu extrapolar as bordas da cidade e integrar a Região Metropolitana no cenário cultural do teatro. Nesta edição, o evento anual não ficará restrito à capital. Pinhais, Almirante Tamandaré, Araucária, São José dos Pinhais também estão na programação do festival. A programação de peças e demais espetáculos da região começa nesta sexta-feira (29) e segue até o último dia do festival.


Em Araucária, Casa Eliseu Voronkoff receberá maior parte dos eventos fora de Curitiba


Em São José dos Pinhais, as exibições serão na Rua XV de Novembro, 1.800, no centro da cidade. Em Pinhais, os eventos serão realizados na Rua Vinte e Dois de Abril, 305, na Estância em Pinhais. Em Almirante Tamandaré, quem quiser pode conferir o festival na Praça Vila Santa Terezinha.

Município com maior número de apresentações depois de Curitiba, Araucária conta com 14 apresentações, sendo 13 delas, na Casa Eliseu Voronkoff, no centro da cidade e as demais no Parque Cachoeira. Confira abaixo as apresentações disponíveis para as regiões metropolitanas e veja como participar.

São José dos Pinhais

No dia 05/04 (Sexta-Feira) às 19 horas. O Teatro SESI recebe a apresentação, Às Margens, um drama que aborda o Brasil indígena e quilombola.

No dia seguinte, 06/04 (Sábado) às 16 horas, também no Teatro SESI, acontece a peça, Os Comparsas em Amor e Comédia. Prometendo muitos risos, a peça traz o mal entendido entre o empregado Borracha e sua Patroa Laura, que o leva a pensar que sua patroa gosta dele.

Pinhais

No dia 03/04 (Quarta-Feira) às 10 horas, acontece no Centro Cultural Wanda Santos Mallmann - Concha Acústica, o espetáculo, As Peripécias de Ama e Baltazar, que conta a história de Romeu e Julieta sob a perspectiva de dois personagens secundários: Angélica, a ama de Julieta; e Baltazar, o servo de Romeu.

No mesmo dia, às 20 horas, o local recebe o musical, Ubuntupiniquim, que propõe uma reflexão sobre como se dão as relações sociais entre diferentes culturas de uma mesma nação

Já no dia 07/04 (Domingo) às 16 horas, também no Centro Cultural Wanda Santos Mallmann - Concha Acústica, será realizado a peça, O Fragmento, que trata de assuntos como a falta, a perda e o tempo.

Almirante Tamandaré

No dia 29/03 (Sexta-Feira) às 17 horas , Almirante Tamandaré recebe a peça, Brasil, de Verso e Prosa, que traz o Brasil e as suas regiões, contados em versos dos poetas mais importantes da nação e em prosa, com textos de grandes autores nacionais. Araucária

Abrindo os trabalhos no dia 30/03 (Sábado) às 13 horas, a Casa Voronkoff recebe a Oficina de Dança e Vídeo Dança, que pretende mostrar ao espectador, como usar os recursos de imagem do celular para criar video danças e aproximar o participante desta linguagem, a partir de um ponto de vista criativo e que desmistifica alguns mitos.

No mesmo dia, às 19 horas, a Casa Voronkoff recebe o espetáculo de dança, Estreia, que reúne as apresentações criadas por instrutores e alunos dos cursos permanentes da Casa Eliseu Voronkoff, Dança moderna, Teatro e Dança Cigana.

O dia 31/03 (Domingo) começa às 10:30, no Parque Cachoeira, com o Teatro de rua,O Coco Que Vira Cocada, Vira Roda. A performance mostra a riqueza cultural do Nordeste. O endereço para o Parque Cachoeira é Rua Guanabara Iguaçu, S/N - Araucária.

O Domingo também é de apresentações na Casa Voronkoff. Às 15 horas, acontece a apresentação, O Patinho Feio, destinado para o público infantil. A clássica história é de uma pequena ave cuja feiura causa desprezo entre os outros animais.

Também no dia 31/03 (Domingo), no mesmo local, acontece às 19 horas a peça, Antes Que Ela Acorde. Neste drama, surge uma inesperada visita, e a protagonista, que não gosta de visitas, é obrigada a interagir para evitar um silêncio constrangedor e o ocupa com palavras.


Abrindo o mês de Abril, a Casa Voronkoff recebe um espetáculo para o público infantil, Pelos Berros da Princesa.Uma contação de história divertida na qual a protagonista tem vez e voz... e que voz! A apresentação acontece às 15 horas horas do dia 01/04 (Segunda-Feira) e terá reprise no dia 04/04 (Quinta-Feira), no mesmo horário e local.

No dia 02/04 (Terca-Feira) às 15 horas, com reprise no dia 07/04 (Domingo), também às 15 horas, acontece o espetáculo, Histórias de Enganar a Morte. Essa comédia, pretende levar aos ouvintes episódios divertidos, nos quais a morte é enganada por conta da esperteza e perspicácia dos personagens que não aceitam seu destino inevitável.

No dia 03/04 (Quarta-Feira) às 15 horas, é a vez da comédia, Zac e a Máquina do Tempo. Nessa história, Zac encontra Colombo no descobrimento da América, foge de um dinossauro na pré-história e ainda tem uma surpresa no futuro da humanidade.

Estrelando no dia 04/04 (Quinta-Feira) às 19 horas, está o espetáculo, Cézar devo morrer. O filme conta a história de detentos de uma prisão de segurança máxima em Roma que preparam uma apresentação pública da peça Júlio César.

No dia 05/04 (Sexta-Feira), acontecem duas apresentações na Casa Voronkoff. A primeira, às 15 horas, é a apresentação, As Infindáveis Versões do Capuchinho e do Lobo Mau. Essa comédia é uma animação de bonecos e objetos destinado a todo tipo de público, no qual o ator Evaldo Barros parte do conto tradicional “Chapeuzinho Vermelho”, de Charles Perrault, para apresentar de várias maneiras a mesma história.

A segunda apresentação do dia acontece às 19 horas, com o drama Histórias Cruzadas. O espetáculo é uma narrativa ficcional em que os personagens dos contos Chapeuzinho Vermelho, Pinóquio, João e Maria, o Flautista de Hamelin e Branca de Neve são crianças que fogem da guerra.

No dia 06/04 (Sábado) às 13 horas, será realizada a oficina, O Silêncio Essencial do Palhaço. A urgência de uma ação que nos mobiliza inteiramente requer um silêncio propício. Partindo deste princípio importante e valioso, a oficina “O Silêncio” trabalhará a essência do palhaço.

No mesmo dia às 19 horas, acontece a performance, Para Gilda com Ardor. Um espetáculo bufo. Uma tragédia pós e pré-dramática. Uma opereta work in progress xamã. Ditirambo. Peça a fantasia. Vida vagabunda, destino vadio, carne de carnaval. Gilda é puro jazz!

Fechando as apresentações na cidade, no dia 07/04 (Domingo) às 17 horas, acontece o espetáculo infantil, Araújo Teodoro e Ofélia Florinda, que fala de amizade, de amor e da preservação da natureza.

Texto: Jhonatan Giovanini

20 visualizações

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade