top of page

Segundo episódio do Apura Verdade fala sobre ciência e desinformação

Atualizado: 7 de out. de 2022



O segundo episódio do programa Apura Verdade, com o tema "ciência e desinformação", entrevistou Marcelo Borges Rocha, doutor em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e professor do Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Educação do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suco da Fonseca (CEFET-RJ), e Marcel Hartmann, jornalista pela UFRGS, com graduação sanduíche em Letras e Comunicação na Université Stendhal-Grenoble III e pós-graduando em Letras e Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).


O programa abordou a importância da valorização da ciência durante a pandemia e a preocupação da comunidade científica em informar a população e combater conteúdos desinformativos. Como as pessoas passaram a falar mais sobre saúde neste período, "houve uma massificação da ciência. A única preocupação que eu tenho e outros especialistas da área têm é a questão de que todo mundo se sentiu autoridade de um cientista para falar algo relacionado à Covid", explica Rocha. E "isso causou ainda mais desinformação", finaliza.


Hartmann falou das dificuldades em fazer a cobertura jornalística neste período. "Um dos maiores desafios que a gente teve foi comunicar ciência enquanto a ciência estava sendo produzida". Havia uma preocupação por parte do jornalismo em "mostrar uma certa humildade da ciência, de dizer 'esse é o conhecimento que se tem até agora'", afirma.


Como o conhecimento científico estava sendo produzido a cada dia, algumas questões ainda não tinham uma explicação, e "a falta de resposta dá margem para que as pessoas preencham a resposta que elas quiserem. Então, se for uma pessoa mal intencionada, ela pode usar isso como oportunidade para veicular que vacinas não funcionam, que a Covid é uma mentira. Esse foi um dos desafios", explicou Hartmann.


Acesse o episódio completo aqui.


O projeto


O programa Apura Verdade é um projeto do grupo de pesquisa Novas Práticas em Jornalismo: Inovações no Ensino para o Combate à Desinformação. Orientado pelas professoras Karine Vieira e Monica Fort, traz entrevistas com jornalistas e pesquisadores que trabalham no enfrentamento da desinformação.


A finalidade é falar sobre as práticas desenvolvidas nesse processo e entender o contexto do atual trabalho jornalístico. A segunda temporada do programa busca trazer conversas sobre como a desinformação afeta a sociedade em diversas áreas do conhecimento.


As edições


O programa está disponível no YouTube, Spotify e você também pode acompanhar pelas redes sociais, no Facebook, Instagram e Twitter.


Crédito da Imagem: Print do programa.







24 visualizações

Comentarios


bottom of page