top of page

Projeto Apura Verdade está entre os parceiros da Rede Nacional de Combate à Desinformação


No início do mês de outubro, projeto o Apura Verdade entrou para os parceiros da Rede Nacional no Combate à Desinformação (RNCD), projeto busca reunir iniciativas que visam combater à desinformação, seja no meio acadêmico, redes de comunicação, agências de fact-checking, projetos sociais, redes de comunicação, aplicativos de monitoramento de desinformação, entre outros projetos.


O Apura Verdade é um projeto do grupo de pesquisa ''Novas Práticas em Jornalismo: Inovações no Ensino para o Combate à Desinformação'', criado a partir dos interesses em comum de outros dois grupos de pesquisa, o ''Inovação e empreendedorismo dos cursos de jornalismo no Brasil e em Portugal'', coordenado pela professora Karine Moura Vieira e ''Fake News e a amplificação do medo - estudo de instabilidades sociais a partir da proliferação de notícias falsas", coordenado pela professora Mônica Fort.


A partir do grupo Novas Práticas, se entendeu a necessidade e a importância de ampliar o alcance do conteúdo do para além do meio acadêmico. ''No início esse projeto em comum surgiu com bolsista e voluntários de cada um dos nossos grupos, dez de cada, de diferentes partes do país e aí começamos a desenvolver projetos com alunos, e desenvolvendo com os alunos, a gente teve essa ideia de conversar com quem está à frente da questão do combate à desinformação", relata Karine. ''Foi natural a gente trabalhar, distribuir esse conteúdo nas redes sociais, porque a ideia é justamente que essa informação, esse debate, seja amplificado para o maior número de pessoas".

Além do reconhecimento do trabalho, estar entre os projetos da RNCD é importante para amplificar o alcance. "É um reconhecimento muito legal, que vai dar mais visibilidade ainda para o nosso conteúdo e a gente vai poder compartilhar e partilhar de informações e estar contribuindo para essa rede que tem que crescer, desenvolver cada vez mais, porque só assim, a gente trabalhando de forma conjunta para enfrentar a desinformação, trabalhar junto à sociedade na importância que tem essa questão.''

Além disso, Karine também reforça a importância do trabalho dos estudantes. ''É preciso reconhecer toda a dedicação dos nossos alunos de iniciação científica, bolsistas e voluntários, que estão dedicando muito. O mérito é deles. Eu e a professora Mônica Fort, orientamos e estamos muito felizes com os resultados desse trabalho”.


A desinformação é um problema sério na sociedade e vem afetando o comportamento da população. "Só a gente trabalhando de forma conjunta para enfrentar a desinformação, trabalhar junto à sociedade, na importância que tem essa questão. Questão que está presente, um tema que a gente não tem mais como ignorar. Desinformação mata.'', alerta a professora.


Conheça mais sobre a Rede de Combate à Desinformação e o projeto Apura Verdade.


Crédito da foto: print do site


Comments


bottom of page