top of page

Documentário retrata a violência sofrida por jornalistas



O ano de 2021 foi de um recorde negativo para jornalistas no Brasil. Em relatório feito pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), foram 430 agressões a jornalistas e veículos de comunicação ao longo do ano. Maior número registrado desde o começo da série histórica, em 1990.

O videodocumentário "As agressões diárias na vida dos jornalistas'', produzido pelo estudante Izaak Almeida, mostra um pouco da realidade cada vez mais violenta contra a classe. A produção traz o repórter cinematográfico Luiz Carlos Jesus, relatando o ataque que sofreu, o jornalista e presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor), Carlos Martins, e a jornalista Sílvia Valim, para falar da importância da união da classe para combater os ataques.


Confira:


Crédito da imagem: print do documentário.

72 visualizações
bottom of page