top of page

Direitos humanos no jornalismo: violência contra a mulher


O programa Pesquisa Aí! desta semana trouxe como convidada a jornalista Jaqueline Deina, para debater o retrato da violência contra a mulher na mídia. Deina desenvolveu a pesquisa "Direitos humanos no jornalismo: uma análise do caso Elaine Caparróz" como trabalho de conclusão de curso na Uninter.


A jornalista conta que a motivação de sua monografia surgiu durante a repercussão do caso em 2019. Na época, a paisagista Elaine Caparróz recebeu uma série de agressões, durante quatro horas, do lutador Vinícius Batista Serra. O caso, caracterizado como crime contra a mulher, acabou gerando uma grande divergência de opiniões por parte das pessoas, o que instigou Deina a entender o papel do jornalismo na cobertura do acontecimento.


Para realizar sua pesquisa, Deina se baseou no livro "Análise Crítica da Narrativa", de Luiz Gonzaga Motta. Ela explica que durante o desenvolvimento de seu estudo precisou fazer análises sobre o que estava encontrando. Nesse processo, Deina destaca, muitas vezes é necessário desprendimento e estar abertos para novas ideias.


Sobre esse desenvolvimento de pesquisa científica, a professora Máira Nunes comenta que sempre partimos de hipóteses e pressupostos, mas nos deparamos com novidades no caminho. "Uma boa pesquisa sempre traz algo de surpresa, se não, a gente está direcionando, a gente está conduzindo, e ai o rigor metodológico se perde um pouco nesse processo," aponta Nunes.


A conversa ainda discutiu acerca dos portais de notícias que Deina escolheu para analisar, e a constatação final de sua pesquisa. Para ela, os meios escolhidos para análise pecaram principalmente em estáticas e o complemento de informações sobre violência contra a mulher, que poderiam agregar para a interpretação do caso Elaine Caparróz. A jornalista menciona a falta de aprofundamento e cita como exemplos o uso de hiperlinks e correlatas. Deina também destaca a falta de um recorte social nas abordagens midiáticas. "A violência de gênero acontece em todas as camadas da sociedade, porém, a gente tem sim algumas camadas que sofrem mais com esse tipo de violência", explica.


Assista ao programa completo:



Pesquisa aí!


Em sua primeira temporada o Pesquisa Aí! busca aproximar o campo de pesquisa com a sociedade debatendo questões de gênero e diversidade. O programa acontece toda segunda-feira, às 18h, com transmissão da Rádio Uninter.



15 visualizações

Comments


bottom of page