A cada seis horas, uma mulher morre no Brasil vítima de feminicídio



O Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de Feminicídio - homicídio praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher-, segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas pra os Direitos Humanos (ACNUDH). E mesmo com a criação de leis como a Maria da Penha e a lei do feminicídio - que entrou em vigor em 2015, o número de casos de violência contra a mulher continuam aumentando. Uma das formas de coibir a violência e proteger a vítima asseguradas pela norma, é a garantia das chamadas medidas protetivas. Sobre o assunto, a repórter Carmen Witasiak traz as informações.



Créditos da foto: Pixabay

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade