• Sabrina Fernandes

Professor acredita na sobrevivênica do jornal impresso no século XXI


Foto: PrintScreen da transmissão.

O futuro do jornal impresso tem sido um dos temas que preocupa profissionais, empresários e estudantes. Parte do receito está relacionado à redução na quantidade de leitores e anunciantes nos tradicionais jornais de papel. Em diferentes cidades do país, principalmente capitais, é possível conhecer histórias de jornais que deixaram de circular ou migraram completamente para o ambiente digital.

O professor de jornalismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Toni Scharlau, é um dos que acredita na permanência do impresso, mas com mudanças. "Já existe em outros países, especificamente na Europa, máquinas de impressão com demandas específicas. Por exemplo, eu chego no aeroporto e quero comprar um jornal, a máquina imprime o jornal na hora. Então, é uma economia enorme de papel e etc. Essas modificações são muito significativas", afirma o pesquisador.

Uma questão recente que impacta sobre os jornais de papel tem relação com o momento atual de pandemia. A retração dos anunciantes aprofundou a crise para alguns e também exigiu um mergulho nos recursos digitais, sobretudo, o trabalho remoto.

Apesar disso, Scharlau acredita na fidelidade do público, sobretudo no aspecto local e regional. "Ele (jornal impresso) pode fazer essa aproximação. Ele está se abrindo à passagem do impresso ao digital. Ao mesmo tempo que você está vendo todos esses cuidados, o impresso ainda tem lugar e possibilidades. Muita da lógica da produção do impresso, vai se colocar na lógica da produção do digital, o raciocínio do digital, ainda é a do impresso. Você tem que ter uma equipe que entenda e que faça o formato antigo ser atualizado, e se tornar muito sedutor na perspectiva do digital", finaliza.

Conteúdo completo

Os comentários do professor Scharlau foram realizados no programa Literacia da Mídia, exibido hoje (7), no bate-papo com Mauri König. O conteúdo completo pode ser conferido no canal Jornalismo Uninter no Youtube.

16 visualizações

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade