• Sabrina Fernandes

Os pequenos gestos que fazem a diferença em meio à pandemia


Em meio à pandemia que estamos vivendo, pequenos gestos podem significar muito para quem mais precisa. Para as pessoas pertencentes ao grupo de risco, como idosos, gestantes ou que tenham problemas respiratórios, é indicado ficar em casa. Mas essas pessoas também precisam ir ao mercado, à padaria ou à farmácia. E é por isso que muitas pessoas que não fazem parte do grupo de risco do Covid-19 estão se solidarizando e indo nos lugares de serviços essenciais para essas pessoas que precisam.

Além desses gestos, temos outros exemplos de solidariedade. É o caso de um dono de farmácia em Curitiba, que ao invés de vender o álcool em gel, que é tão importante nesse combate ao vírus, resolveu doá-lo a população. Grandes empresas também estão dando o exemplo e mudando sua produção de álcool utilizado em bebidas, para álcool em gel, e os doando para hospitais.

Leia a matéria completa sobre a solidariedade em meio a pandemia em Entreverbos.

26 visualizações

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade