Aumenta o número de empregos, mas condições de trabalho retrocedem no Brasil

O mercado de trabalho no Brasil, desde 2012, teve um aumento significativo. Mas segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD-C) o crescimento foi devido a trabalhos informais ou de pessoas autônomas. O que significa que muitos estão trabalhando, mas sem carteira assinada, o que não garante os benefícios do emprego formal. Ouça na matéria de Matheus Pferl.

Foto: Pixabay

10 visualizações

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade