Comunidade autista comemora a inclusão de dados no censo do IBGE


Imagem: Grupo Conduzir

O Autismo é caracterizado por dificuldades na interação social, na comunicação e, consequentemente, na socialização. Conhecido cientificamente como Transtorno do Espectro Autista (TEA) é identificado entre dois ou três anos de idade.

Hoje, no Brasil, não existe um número oficial de autistas identificado pelo censo nacional realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa estatística é uma luta da comunidade autista, que considerava a falta de informação um entrave ao estabelecimento de políticas públicas e de inclusão social para o público autista.

Mas na quinta-feira (18) foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, a Lei nº 13.861/2019 que trata da inserção de informações específicas sobre pessoas com autismo, já no censo do IBGE em 2020.

Rosemeire Benites, presidente da Associação de Atendimento e Apoio ao Autista, a AAMPARA conversou com a equipe da Agência Mediação comentando a nova lei.Ouça.

10 visualizações