Tecnologia e sociedade da informação são temas debatidos no Seminário de Comunicação do Centro Unint

Entender o papel da comunicação no redimensionamento das fronteiras informacionais. Este foi o desafio de estudantes, professores e demais pesquisadores no IV Seminário de Pesquisa e Comunicação, evento realizado pelo Centro Uninter entre na última sexta-feira (10) e sábado (11), no Campus Tiradentes, em Curitiba. Realizado anualmente, o seminário é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Comunicação, Tecnologia e Sociedade.

Mesa de abertura do evento contou com a participação do coordenador do curso de Publicidade e Propaganda, Alexandre Correia, do coordenador do curso de Jornalismo, Guilherme Carvalho, do diretor da Escola de Negócios do Centro Uninter, Escola Superior de Gestão e Negócios, Elton Ivan Schneider, e da coordenadora de Pesquisa e Publicação Acadêmica, Desiré Luciane Dominschek.

O cenário da pesquisa em jornalismo e em publicidade e propaganda e como buscar uma carreira acadêmica foi o destaque da mesa principal, com palestras com a doutora em comunicação e linguagens e professora do departamento de comunicação da UFPR, Letícia Herrmann (UFPR), e com o doutor em comunicação e professor no mestrado em jornalismo da UEPG, Ivan Bomfim. A mediação da mesa ficou a cargo do professor Jefferson Ferro, da Uninter.

Para a pesquisadora Letícia Herrmann, a pesquisa na área da publicidade tem encontrado desafios frente ao comportamento inovador e inconstante do novo mercado, cuja capacidade de mutabilidade torna difícil a investigação no campo.

Dentre as várias mudanças ocorridas, Letícia citou a dos meios de comunicação e das mídias sociais que afetaram diretamente os tradicionais veteranos da publicidade.

‘’Antes as campanhas eram guardadas a sete chaves, sendo que hoje torcemos para que vaze’’, explicou. A doutora também comentou sobre a venda de valores que as marcas veem buscando e finalizou citando a tendência lowsumerism – uma nova prática de sustentabilidade que segundo ela é o que o mercado vem apostando.

O intenso debate sobre as transformações do jornalismo em meio à imensidão de informação na rede e do fenômeno da pós-verdade foram pontos destacados pelo professor Ivan Bomfim em sua palestra. Segundo o pesquisador, o jornalismo sempre passou por modificações, mas agora é importante pensar no impacto.

Com a tecnologia, a convergência das mídias sociais e a apropriação da tecnologia feita pelas pessoas é o que influenciam diretamente no jornalismo, já que muitos buscam por notícias nas mídias sociais. ‘’O jornalismo se adapta às inovações tecnológicas, que são relacionadas às demandas sociais’’, explicou. O pesquisador abordou também a importância das pesquisas que buscam entender os novos conceitos que afetam a prática jornalística diariamente.

Apresentação de trabalhos – no sábado (11), a programação do seminário ficou com a apresentação de resultados de pesquisas, relatos de iniciação científica e debates sobre o campo científico da comunicação. Foram onze trabalhos apresentados junto aos grupos de trabalho Jornalismo, Mídia e Tecnologia; e Comunicação, Consumo e Cibercultura.

19 visualizações

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade