Curitiba em guerra por um pente

Você certamente já ouviu falar da Guerra do Contestado, Guerra dos Farrapos ou da Guerra Fria. Mas já pensou uma guerra por causa de um pente? Foi isso que aconteceu em Curitiba, no ano de 1959. O caos durante apenas três dias marcou a história curitibana.

 

Naquela época existia uma espécie de "Nota Paraná" que garantia um cupom para concorrer a um milhão de cruzeiros (moeda da época), se o consumidor juntasse uma certa quantidade de notas fiscais.

 

A guerra começou quando um comerciante árabe da região da Praça Tiradentes se recusou a emitir o documento pela compra de um pente ao subtenente da Polícia Militar Antônio Tavares.

 

O que parecia ser um simples desentendimento entre um comerciante e um cliente, tornou-se uma batalha generalizada que envolveu mais de 20 mil pessoas. O exército chegou a ocupar as ruas do centro da cidade e várias pessoas ficaram feridas. Confira mais sobre essa história na reportagem de Bruno Curuca para o Jornal Marco Zero.

 

 Guerra causou transtornos no centro de Curitiba. Créditos: Luis Gustavo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Radioweb Uninter
00:00 / 00:00

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade