Aumento da longevidade provoca alterações na mão-de-obra

Muitos idosos já aposentados precisam continuar no mercado de trabalho para complementar a renda, pois, o benefício não é o suficiente para pagar as contas. Em 2014, 28% dos estavam ativos no mercado de trabalho.

Os que decidem continuar trabalhando, enfrentam diversas dificuldades, como a discriminação etária e o desinteresse pela mão-de-obra de pessoas mais velhas. Hoje, existem ações que facilitam o acesso dos idosos ao mundo profissional, quem você pode conferir com detalhes na matéria de Danielle Arantes e Deydjan Dias, publicada na Revista EntreVerbos.

A expectativa de vida do brasileiro aumentou. Segundo o IBGE, em 2016, a média de idade chegou a 75,8 anos. (Crédito: Danielle Arantes)

8 visualizações

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade