As cores na memória: história de superação de Ariadne após perder a visão


Quando tinha nove anos, um problema no nervo óptico começou a mudar a vida de Ariadne Carli. Foi durante a festa de aniversário de uma amiga que ela percebeu que havia algo errado em seu olho direito. No hospital, a jovem descobriu que tinha perdido parte de sua visão.

No começo precisou da ajuda de seus pais e da irmã para auxiliarem em tudo. Com o tempo foi superando as dificuldades e desenvolvendo os outros sentidos, como o tato e a audição.

Confira essa história de superação na reportagem de Henrique Gigel, no blog da revista f.

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade