• Equipe Mediação

Para atores de Tistu, cada encenação é uma peça diferente

Cada vez que a equipe pisa nos palcos, uma nova versão de Tistu – O menino do Dedo Verde é encenada. As falas e o enredo ainda são os mesmos, mas a sensação e a energia trocada com o público é algo único em cada apresentação. Ao menos é o que afirmam os atores do espetáculo, encenado neste final de semana no Guritiba, programação infantil do Festival de Curitiba.

Os atores Guilherme Andrade, Marcelina Fialho, Wenry Bueno e Jeff Bastos recebem o produtor da peça, Márcio Roberto, no palco após o espetáculo

Segundo a atriz Marcelina Fialho, que apareceu em dose tripla na peça, interpretando a mãe de Tistu, a vizinha dele e a amiga que ele conheceu no hospital, uma apresentação de teatro é sempre diferente da outra. “A gente nunca sabe como vai ser até estar em cima do palco. A peça pode ser a mesma, mas o público muda e reage de forma diferente. As vezes acontece de alguém na plateia interagir e a gente ter que adaptar alguma fala, cada vez é uma nova emoção”. Marcelina enfatiza ainda que ao decidir trabalhar com teatro, os atores sempre se propõem a essa troca de interação com o público. “Existe muito trabalho antes de entrar em cena, a gente treina bastante, mas a melhor parte é estar aqui, diante da plateia”, acrescenta. Para o ator Wenry Bueno, intérprete de Tistu, a participação na peça é duplamente gratificante. A primeira razão é que Wenry faz parte do elenco desde a primeira apresentação, há seis anos atrás. “Foi minha estreia como ator profissional. Então, subir no palco para encená-la, mesmo depois de todos esses anos, ainda é muito especial”, comenta.

De acordo com o ator, sua principal satisfação é conseguir passar a mensagem da peça. “Tistu traz a discussão sobre o amor versus a guerra, sobre a preocupação com o meio ambiente e outros temas importantes para a sociedade. A gente precisa falar sobre isso porque essas questões, mais do que nunca, estão presentes no nosso dia a dia”, explica Wenry.


Texto e foto: Jeniffer Oliveira

0 visualização
Please reload

A tradição da profissão de luthieria

10/07/2020

1/1
Please reload

Radioweb Uninter
00:00 / 00:00
chamada.jpg
banner_site_.jpg
eFlyer V Semi (Final).png

Este site foi criado em 2017 pelo curso de Bacharelado em Jornalismo do Centro Universitário Internacional.

A reprodução integral ou de parte do conteúdo é permitida desde que citada a fonte, incluindo o nome do autor e do site.

Política de privacidade